Um pai, um supermercado e uma birra

Um pai, um supermercado e uma birra

Há algumas semanas o ator Justin Baldoni e seu pai foram ao supermercado e Maya, a filha de Justin, fez uma daquelas cenas que todos os pais bem conhecem – se jogou no chão.

Muitos se perguntam: o que fazer nessa hora. Muitos artistas não saberiam lidar com o fato, principalmente porque temem que aquilo possa ‘impactar’ em sua imagem.

Para o ator, a resolução seria simples.

Ele postou em seu Facebook um Desabafo

“Só posso imaginar quantas vezes fiz isto quando tinha a idade dela. O meu pai ensinou-me tanto sobre o que significa ser um homem, mas este post é sobre uma coisa e uma coisa só. Sentir-se confortável no desconforto. Uma coisa que eu cresci a vê-lo a fazer comigo várias vezes. Não há pais perfeitos, mas uma coisa que o meu pai me ensinou é não ser pai com base no que os outros pensam. O meu pai sempre me deixou sentir o que eu precisava de sentir, mesmo que fosse em público e embaraçoso. Não me lembro de ele ter dito ” estás a envergonhar-me!” ou ” Não chores!” não foi até recentemente que percebi o quão importante isso era para o meu próprio desenvolvimento emocional. As nossas crianças estão a aprender e a processar tanta informação e eles não sabem o que fazer com todos estes novos sentimentos que vêm. Eu tento lembrar-me de ter a certeza que a minha filha sabe que não faz mal ela sentir-se profundamente. Não é embaraçoso para mim quando ela faz birra na mercearia, ou grita num avião. Eu sou o pai dela… não o teu. Não vamos ficar envergonhados com os nossos filhos. Não reflete em ti. Na verdade, devíamos ser um pouco mais simpáticos e pacientes. Se nós tudo o que estávamos a sentir e nos permitido a atirar birras e chorar, quando sentimos a necessidade, talvez pudéssemos deixar-nos sentir mais alegria e felicidade. E isso é algo que este mundo poderia definitivamente usar um pouco mais”

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *